Confederação

Confederação

12207619_1159618297391206_125821383_n

As Igrejas Reformadas do Brasil não são uma denominação, são Igrejas de Cristo que vivem num relacionamento pactual, numa confederação.

Por serem Igrejas, todas elas se submetem apenas à única autoridade superior ao Conselho da Igreja: o Senhor Jesus Cristo. Ele é o Cabeça da Igreja (Col. 1:18); é o Espírito dEle que constitui os oficiais de cada Igreja (Atos 20:28). Como Igrejas que servem ao mesmo Senhor, elas são unidas num só Espírito, num só Senhor, numa só fé, e num só batismo. Por isto, elas buscam preservar a unidade do Espírito no vínculo da paz. Para este fim, vivem em uma confederação.

As Igrejas Reformadas procuram viver em comunhão com toda Igreja fiel do Senhor Jesus Cristo, entendendo que o que faz a unidade não é o nome da denominação ou a mesma história, mas sim o mesmo fundamento confessional. Onde não tem a mesma confissão, não tem a mesma fé, e portanto não tem unidade (Leia mais sobre O que cremos”).

Por serem Reformadas, elas sempre estão buscando crescer no amor, no entendimento e na obediência de Cristo. Elas têm uma ligação viva e estreita com a igreja primitiva, através das doutrinas e práticas bíblicas e históricas que foram redescobertas na Grande Reforma do século XVI.

Por serem do Brasil, as Igrejas são compostas de membros e oficiais que são brasileiros natos ou residentes da nossa Pátria que confessam a Fé Reformada pela graça de Deus, e procuram viver, em tudo, para a glória de Deus. A mais antiga igreja da confederação, a Igreja Reformada no Grande Recife, foi estabelecida no ano 1630.

Igrejas Reformadas do Brasil